sexta-feira, 11 de setembro de 2009

O ANFITRIAO DA NOITE


D J  A T U M

www.myspace.com/dj_atum

www.soundcloud.com/djatum

As diversas referências musicais de DJ Atum o tornaram um DJ flexível que constrói sets perfeitos e diferenciados para cada pista de dança. Entre seus estilos musicais estão electro, house, disco punk, techno e minimal grooves que fundem-se com harmonia e surpresa. DJ Atum é residente dos clubes A Lôca (SP) e Dama de Ferro (RJ) e também toca nos principais clubes de São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Entre as apresentações de DJ Atum, destaca-se a festa Paradise/D-Edge Goes to Sugar Factory, em Amsterdã em novembro de 2007. A parceria entre os clubes D-Edge e Sugar Factory e a agência Laughing Buddha rendeu 4 festas na capital holandesa. Outros destaques são: Ilhabela Summer Stage (Ilhabela-SP 2007 e 2008), São Paulo Meets Amsterdam (Melkweg, Amsterdã 2005), lounge Motorola (São Paulo Fashion Week, 2005 e 2007) e lounge Fiat (São Paulo Fashion Week, 2007).

Atualmente é DJ residente no clube paulistano A Lôca nos projetos Atomik ao lado do DJ Luca Lauri e Tapa Na Pantera do promoter Nenê Krawitz. Atum foi residente do clube Dama de Ferro, no Rio, durante 4 anos com a festa Neue, ao lado do DJ Spavieri.

Atum tocou ao lado de grandes DJs internacionais em diversas ocasiões. No Ilhabella Summer Stage (2007) tocou com o famoso DJ sino-americano Daniel Wang, um ás da disco music. No Clube Glória apresentou-se com Recloose, Rub’n’Tug e Chloé e no Dama de Ferro com Lawrence (aka Stern). Também foram importantes as gigs no clube ampgalaxy (já fechado e onde manteve residência) ao lado dos DJs Princess Superstar, Beroshima, Roussia, John Taylor (Punx Soundcheck) e Princess Julia. Na festa Electro Breaks (2005), do núcleo Circuito, Atum tocou ao lado do top DJ americano Godfather.

DJ Atum começou a atuar profissionalmente em 2002, quando tocava e promovia ao lado da promoter-performer Emy Pimenta a festa Elektronish. O projeto de electro, o primeiro de São Paulo, acontecia no lendário bar do Hotel Cambridge no centro de São Paulo. No ano seguinte, a dupla se consagrou no meio da música eletrônica com a festa Horny Bunny, indicada a melhor festa de 2003 peloo prêmio Melhores da Noite Ilustrada 2003, da Folha de S.Paulo. Atum também foi indicado como melhor DJ revelação e melhor DJ eelctro/rock na mesma premiação. A Horny Bunny era uma festa itinerante que acontecia esporadicamente em prédios históricos do centro de São Paulo. Cada edição tinha DJs e live acts convidados tocando em cima de um tema (bem safado!) que sugeria também o dress code da festa e as imagens do VJ convidado. Por conta da montação dos clubbers e da novidade sonora, a Horny Bunny foi o hype da cena eletrônica paulistana em 2003. DJ Atum  também foi residente do projeto de verão Gonna Summer organizado por Emy Pimenta entre fevereiro e março de 2004. Em 2005 integrou o projeto AC/DC na Sala Especial, em São Paulo, ao lado do DJ Oscar Bueno com base no electro-rock. Entre 2006 e 2007 participou do projeto Hotel House no Hotel Cambridge e manteve residência no Clube Glória (SP).

Clubs e festas onde se apresentou

Melkweg (Amsterdã), Sugar Factory (Amsterdã), A Lôca, Glória, Vegas, D-Edge, SPKZ, CB, Cassimira, Circuito, Café de la Musique, Inferno, Tostex, Astronete, Flyer Bar, Bar 13, 8 Bar, Hotel Cambridge, A Torre, Lov.e, Sala Especial, Afro Spot, Áudio Delicatessen, Ampgalaxy, Pix, Cyberdog, Susi em Transe, Hertz, Jambhala, Matrix, Ilhabela Summer Stage (Ilhabela-SP), Electroboogie (Juiz de Fora-MG), Spin (Porto Alegre), Velvet Club (B. Horizonte), Mary in Hell (B. Horizonte), Pulp (B. Horizonte), Blackmail (B. Horizonte), Roxy (B. Horizonte), Dama de Ferro (Rio), Fosfobox (Rio) entre outros. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário